Política

Embora bem “sintonizado” com a governadora Fátima Bezerra, reeleição de Álvaro Dias só terá apoio do PT se ele sair do MDB

EM 20120, ELEIÇÃO DO PREFEITO ÁLVARO DIAS SÓ TERÁ O APOIO DE FÁTIMA BEZERRA, SE ELE SAIR DO MDB

Não é mais segredo para ninguém que o prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), e a governadora Fátima Bezerra (PT) estão administrativamente “bem sintonizados”. No âmbito do Partido dos Trabalhadores a possibilidade dessa “sintonia” administrativa virar uma aliança política não é descartada, segundo garante um cardeal histórico da legenda.

Além de ter consciência de que o eleitor natalense tem uma não disfarçada rejeição ao PT, a governadora Fátima Bezerra, que perdeu a eleição na capital potiguar por 90 mil votos, é politicamente madura o suficiente para saber que uma candidatura própria da legenda à Prefeitura do Natal esbarra inclusive na ausência de nomes –  a deputada federal Natália Bonavides já disse internamente que não pretende disputar a prefeitura e o ex-deputado Fernando Mineiro, na avaliação de membros do próprio PT, já perdeu o “time”.

GOVERNADORA FÁTIMA BEZERRA ESTÁ´BEM “SINTONIZADA” COM O PREFEITO ÁLVARO DIAS

Não é mero exercício de ficção dizer que o Partido dos Trabalhadores pode marchar unido com Álvaro Dias, desde que esse atenda um único critério para a aliança – que seria o seu desligamento do MDB e ingresso em uma legenda que seja “menos repugnante” sob o ponto de vista petista.

Em outras palavras: O PT não apoiará Álvaro Dias com ele sendo filiado ao MDB. E se a governadora Fátima Bezerra insistir no apoio com viés emedebista, o Partido dos Trabalhadores viverá uma “crise” interna.

Fátima Bezerra tem ainda que ter cuidado redobrado, para não “criar uma cobra” que mais tarde venha lhe morder. O aliado do PT nas eleições municipais de 2020 tem que ser uma legenda que mais na frente não invente de lançar uma candidatura ao governo do Estado, quando a governadora for candidata à reeleição.

VICE-PREFEITO

Caso o prefeito Álvaro Dias abrace uma nova legenda e parta para a reeleição com o apoio do PT, a agremiação indicaria o candidato a vice-prefeito – um nome capaz de garantir mais do que densidade eleitora à chapa – minimizar a rejeição do PT junto ao eleitorado natalense e a formadores de opinião de classe média.

O engenheiro Hugo Manso Júnior, uma dos fundadores do PT no Rio Grande do Norte, poderá ser o “coelho” que a governadora Fátima Bezerra tiraria de sua cartola para apresentar como companheiro de chapa de Álvaro Dias.

COM LIVE TRÂNSITO NA CLASSE MÉDIA E NO EMPRESARIADO, EX-VEREADOR HUGO MANSO PODE SER O NOME DO PT PARA VICE-PREFEITO DE NATAL

Vereador em Natal entre 2001 / 2004 e 2012 / 2016, Hugo Manso circula com desenvoltura na classe média e é visto com bons olhos pelo empresariado, segmento onde mantém sólidas relações de amizades desde a juventude nas ruas no bairro nobre de Petrópolis, onde residia desde sempre.

No entanto, até a escolha de um eventual candidato a vice-prefeito petista, muitas águas vão rolar.

No entanto, o prefeito Álvaro Dias já foi alertado – se o noivo sair da casa do MDB, não há casamento com o PT.

 

 


Deixe um Comentário