Diversos

Em programa partidário que será veiculado na noite de hoje, PMDB faz ataques ao governo Dilma

DEPUTADO FEDERAL RODRIGO PACHECO (MG), UM DOS NOMES APONTADOS PELO PARTIDO PARA A DISPUTAR A PREFEITURA DE BELO HORIZONTE, GANHA DESTAQUE NO PROGRAMA

DEPUTADO FEDERAL RODRIGO PACHECO (MG), UM DOS NOMES APONTADOS PELO PARTIDO PARA A DISPUTAR A PREFEITURA DE BELO HORIZONTE, GANHA DESTAQUE NO PROGRAMA

Em programa partidário que vai ao ar nesta quinta, o PMDB relaciona a crise atual do país com “má gestão”. Em peça de 10 minutos, transmitida em cadeia nacional de rádio e TV, o partido do vice-presidente Michel Temer também dirá que a economia está “desandando” e que o Brasil entrou em 2016 sem ter definido uma “direção firme a seguir”.
Conjunto de propostas na área econômica que foi apresentado pela legenda em outubro de 2015, o chamado “Plano Temer” é defendido no programa por parlamentares do PMDB.
Além disso, o deputado federal Rodrigo Pacheco (MG), um dos nomes apontados pelo partido para a disputar a Prefeitura de Belo Horizonte, anuncia o “Plano Temer 2”, focado na área social. “Vem aí, com o apoio da fundação Ulysses Guimarães, o Plano Temer 2, que vai propor como manter e ainda ampliar os ganhos sociais”, diz ele, no vídeo.
Segundo o marqueteiro do PMDB, Elsinho Mouro, o plano será intitulado “A Ponte Social” e tem como mote a manutenção e ampliação os “ganhos sociais” alcançadas nos últimos anos. No programa que será veiculado nesta sexta, o partido não apresentará as propostas do novo plano.
“Enquanto a economia desanda, continuamos desiludidos, duvidando de tudo e de todos. A verdade é que o brasileiro empobreceu, entristeceu, e o país precisa reagir já”, diz, a atriz que apresenta a peça.


Deixe um Comentário