Geral

Em mídia de Rádio e TV, terceirizadas denunciam inadimplência do governo e prefeituras de Natal e Mossoró

O Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços Terceirizados (SINPREST) começou a veicular nesta segunda-feira, dia 11, em emissoras de rádio e TV, um comunicado à opinião pública potiguar, denunciando que a situação de inadimplência do governo do Estado e das prefeituras de Natal e Mossoró poderá levar o desemprego para dez mil trabalhadores terceirizados, que prestam serviços a órgãos do poder público.

Segundo o presidente do SINDPREST, Edmilson Pereira de Assis, externar para a população as consequências nefastas que a situação de inadimplência poderá gerar para a economia do estado, foi a solução encontrada para que se busque uma saída para o problema. O empresário destaca que diversas tentativas de conciliação foram mantidas junto ao governo e prefeituras, todas elas sem sucesso.

Na peça publicitária, o SINDPREST/RN destaca que há anos o governo do Estado e as prefeituras de Natal e Mossoró não fazem os reajustes e repasses para as empresas terceirizadas, gerando uma dívida de R$ 50 milhões.

Apesar do atraso, o dirigente sindical enfatiza que os trabalhadores continuam recebendo os salários, cenário esse que poderá mudar, caso não se encontre um caminho para que o volume de débito seja equacionado.

Audiência Pública

Diante da gravidade do assunto, que envolve o emprego de dez mil trabalhadores, a Assembleia Legislativa irá realizar na próxima quarta-feira, dia 13, a partir das 14 horas, uma audiência pública, proposta pelo deputado estadual Tomba Farias (PSB).

Além de Edmilson Pereira de Assis, representantes de instituições como o Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Tribunal de Contas do Estado e OAB foram convidados para comparecerem a Audiência Pública.  Secretários do Estado e do Município de Natal também deverão participar.

EDMILSON PEREIRA ALERTA PARA A DEMISSÃO DE DEZ MIL TRABALHADORES

EDMILSON PEREIRA ALERTA PARA A DEMISSÃO DE DEZ MIL TRABALHADORES



Deixe um Comentário