Ministério Público

EDITORIAL: as placas do Mercosul e o “canto da sereia” que paira sobre o Detran RN

A governadora Fátima Bezerra, o Ministério Público ou o Bispo,  – na falta de autoridade competente -, precisa se ligar no que estaria acontecendo nos porões do Detran/RN, onde parece haver um “feudo” das chamadas “máfias das emplacadoras”.

Tem se tornado rotina a imprensa natalense denunciar a existência de uma suposta ação direcionada para o favorecimento de empresas no que diz respeito à emissão das chamadas “placas do Mercosul”.

O Ministério Público tem que focar as suas lupas muito além do que já focou.

Pode-se considerar um ‘caso de policia’ o teor da reportagem veiculada nesta terça-feira, 26, pelo portal Agora RN, que desnudou o lado podre de um provável jogo de interesses envolvendo as placas do Mercosul: o Detran RN estaria sujeito a ceder às pressões de empresas emplacadoras que não conseguiram se credenciar para fornecer o serviço e que agora estaria se utilizando do tráfego de influência para conseguir o mesmo credenciamento para o qual foram reprovadas anteriormente.

É preciso que a atual gestão do Detran não se deixe seduzir pelos argumentos cavilosos.

A justiça do Rio Grande do Norte já refugou o argumento das emplacadoras que não foram credenciadas e que alegaram junto ao Judiciário que o processo de credenciamento estava maculado pela ilegalidade.

Juízes de primeiro e segundo graus já desqualificaram a iniciativa dos perdedores e ratificaram a lisura do processo de credenciamento para a emissão das placas do Mercosul.

Aliás, por falar em “ilegalidade”, destaca o Agora RN que algumas das empresas descredenciadas são as mesmas que foram expostas pelo site “Via Certa”, através de uma reportagem que mostrou a anuência de certas emplacadoras com a clonagem de placas.

O “Via Certa” relatou como uma placa de uma viatura da PM de Parnamirim foi clonada, através do uso de documentos falsos e o apoio corrompido de despachantes e funcionários do Detran.

Se apenas o olhar zeloso dos agentes do Ministério Público do Rio Grande do Norte não for suficiente para fazer o bom senso entrar na cabeça dos gestores do Detran/RN, está na hora de a governadora Fátima Bezerra  chamar aos carretéis”  subordinados que estariam sendo seduzidos pelo “canto da sereia” de empresas que mesmo perdendo querem a qualquer custo ganhar.


Deixe um Comentário