Saúde

Desde janeiro, Sesap já recebeu 222 denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti

MOSQUITO AEDES AEGYPTI, TRANSMISSOR DE DOENÇAS COO DENGUE, CHICOGUNYA E ZIKA.(FOTO:ESTADÃO)

MOSQUITO AEDES AEGYPTI, TRANSMISSOR DE DOENÇAS COMO DENGUE, CHICOGUNYA E ZIKA.(FOTO:ESTADÃO)

 

Em funcionamento desde o dia 18 de janeiro, a Sala Estadual de Coordenação e Controle para o enfrentamento da Dengue, Chinkungunya e Zika Vírus recebeu, até o momento, 222 denúncias de focos do mosquito Aedes, sendo 90% provenientes de Natal. As denúncias estão sendo acolhidas pelo telefone 199, no horário das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

A coordenadora de Promoção à Saúde (CPS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Cláudia Frederico, informa que, por contar somente com uma linha telefônica, até o momento, algumas vezes o número registra sinal de ocupado para a população, mas o problema está sendo solucionado com a expansão da linha.

Outro problema é que muitas pessoas ainda desconhecem o número de alguns serviços que não são de competência da Sesap e ligam para o 199, sendo encaminhados pela equipe da Sala de Situação principalmente para a Delegacia da Mulher, Samu e Corpo de Bombeiros, entre outros.

Caixas dàgua descobertas ou sujas não são objeto de denúncia, visto que as secretarias de Saúde do RN e município de Natal não tem agentes para lidar com o problema. As denúncias são relacionadas aos focos do Aedes, como água parada, lixo, piscinas e outros problemas decorrentes de imóveis fechados.

Após o recebimento da denúncia, a equipe da Sala de Situação a encaminha para a Secretaria de Saúde do município responsável, e em seguida os agentes se dirigem até o local do foco.

A sala funciona no 7º andar da sede da Sesap, na Cidade Alta, e concentra o núcleo que atua na definição das diretrizes para intensificar a mobilização e o combate ao mosquito Aedes Aegypti. Além da Sesap, os outros órgãos do governo que participam são: Secretaria de Educação e Cultura (SEEC), Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e Assistência Social (SETHAS), Secretaria Extraordinária de Juventude (SEJURN), Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) e Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEDEC).


Deixe um Comentário