Política

Derrota de Cunha: aliado de Dilma, deputado Picciani é reeleito líder do PMDB na Câmara

Os deputados Leonardo Picciani (à esq.) e Hugo Mota  antes da eleição do novo líder do PMDB na Câmara - Ailton de Freitas / Agência O Globo

Os deputados Leonardo Picciani (à esq.) e Hugo Mota antes da eleição do novo líder do PMDB na Câmara – Ailton de Freitas / Agência O Globo

Com 37 votos favoráveis, o atual líder do PMDB na Câmara, e aliado da Presidente Dilma no Planalto, o  deputado Leonardo Picciane (RJ) foi reeleito nesta quarta-feira (17) para um mandato de mais um ano à frente da bancada. Picciani  derrotou o deputado Hugo Motta (PB), que contava com o apoio do presidente Eduardo Cunha (RJ) e recebeu 30 votos. Dois deputados votaram em branco.

Por ser o maior partido dentro da Câmara, a disputa pelo comando da bancada ganhou maiores proporções nos últimos dois meses porque está em jogo o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, assim como a tramitação de projetos de interesse de governo.

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, chegou a se licenciar do cargo para reassumir o mandato de deputado na Câmara e reforçar os votos a favor de Picciani. Ao chegar no plenário de votação, ele foi recebido por um protesto com chuva de papéis com a estampa do mosquito Aedes aegypti. O ato, organizado pelo Solidariedade, aliado de Cunha, é uma crítica por ele ter deixado a pasta em meio à crise do vírus da zika, transmitido pelo Aedes.


Deixe um Comentário