Jurídico

Deputado Kelps Lima vai recorrer da decisão do juiz Francisco Seráphico, que negou liminar que iria viabilizar pagamento de salários atrasados

O deputado estadual Kelps Lima vai recorrer essa semana da decisão do juiz Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, da 6ª Vara da Fazenda Pública, que negou a liminar do partido Solidariedade, que pedia que 50% dos valores em caixa do Governo do Estado no mês de janeiro fossem utilizados para pagar os salários atrasados dos servidores do Estado em ordem cronológica.

Em seu Twitter, o parlamentar destaca que o seu partido não vai chamar o judiciário de golpista, e que, embora respeite a decisão do magistrado, vai “democraticamente recorrer”. “O Solidariedade vai continuar lutando para os servidores receberem os atrasados. Vamos acatar e respeitar a justiça do RN. Não vamos chamar judiciário de golpista. Respeitamos a decisão e por não concordar iremos democraticamente recorrer”, disse.


Deixe um Comentário