Geral

Defensora do uso de armas é baleada pelo filho de quatro anos nos EUA

JAMIE GILT, DE 31 ANOS FOI BALEADA ACIDENTALEMENTE NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA (08), PELO FILHO DE QUATRO ANOS.

JAMIE GILT, DE 31 ANOS FOI BALEADA ACIDENTALMENTE NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA (08), PELO FILHO DE QUATRO ANOS.

O caso aconteceu nos Estados Unidos, um dia após a a ativista  Jamie Gilt, de 31 anos, defender que o filho já sabia atirar.

“Até o meu filho de 4 anos de idade se levanta e atira com uma arma calibre 22”, Gilt escreveu na página pessoal do Facebook.

Defensora do uso de armas, Jamie foi baleada pelo filho quando os dois estavam passeando de carro. O menino, que estava no banco traseiro, encontrou a arma carregada, um revólver calibre 45, e disparou acidentalmente. A bala perfurou o banco do motorista e transfixou o toráx da mãe.

Segundo o jornal “NY Daily News”, a  mulher está estável e não corre riscos de morte. O menino está sob os cuidados de outros membros da família, e o Departamento de Crianças e Famílias está investigando o caso.

Fonte: Novo Jornal



Deixe um Comentário