Polícia

Coisas da Justiça: cidade pólo de Santa Cruz pede metade de seu efetivo policial para a incipiente Tangará

CIDADE POLO DA REGIÃO DO TRAIRI, SANTA CRUZ ESTÁ PERDENDO QUASE QUE A METADE DE SEU EFETIVO PARA A INCIPIENTE CIDADE DE TANGARÁ

CIDADE POLO DA REGIÃO DO TRAIRI, SANTA CRUZ ESTÁ PERDENDO EFETIVO POLICIAL PARA A INCIPIENTE CIDADE DE TANGARÁ

Embora seja um dos municípios que mais cresce no estado e cidade polo da região do Trairi, Santa Cruz está perdendo quase que a metade de seu efetivo para a incipiente cidade de Tangará, lugarejo também localizado na região do Trairi. A migração de 19 policiais militares de Santa Cruz para Tangará foi determinada pelo comando da Polícia Militar, por força de uma decisão judicial da comarca de Tangará que solicitou ao estado o aumento do efetivo, sob pena deste pagar multa e atende uma decisão judicial da comarca de Tangará que solicitou ao estado o aumento do efetivo, senão o estado teria que pagar multa em caso de descumprimento da ordem judicial.
A decisão da justiça da comarca de Tangará só serve para cobrir um santo e descobrir uma santa, no caso, Santa Rita de Cássia, cujo santuário existente em sua homenagem em Santa Cruz é responsável pela atração de um forte fluxo turístico, fomentado pelo chamado ´´turismo religioso´´. Além da população local, que hoje tem cerca de 38 mil habitantes, os turistas e visitantes, vindos de outras regiões do estado e de estados vizinhos, vão ficar sem poder contar com o policiamento dos homens do Grupo Tático-Operacional (GTO), atingidos em sua maioria pela transferência.
Segundo informações veiculadas por um blog daquela cidade, o Blog de Édipo Natan, as transferências, que já valem a partir de hoje.



Deixe um Comentário