Diversos Política

Caso de FHC com ex-amante será ignorado pelo PSDB

jornalista Mirian Dutra, com quem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso manteve um relacionamento extraconjugal, afirmou que a Brasif S.A. Exportação e Importação ajudou o ex-presidente a enviar recursos ao exterior

A jornalista Mirian Dutra afirmou que a Brasif S.A. Exportação e Importação ajudou o ex-presidente a enviar recursos ao exterior

As denúncias feitas pela jornalista Mirian Dutra, que teve um relacionamento extraconjugal com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso,será tratado pela cúpula do PSDB como um caso de caráter eminentemente pessoal, um drama familiar. Segundo informações reveladas pela jornalista ao Jornal Folha de São Paulo, FHC teria usado uma empresa – a Brasif S.A – para repassar recursos para mantê-la na Europa.

De acordo com matéria publicada na tarde desta quinta-feira (18),  no site O Globo, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e outras lideranças do partido conversaram hoje com o ex-presidente por telefone e relataram que ele está chateado, mas sereno. Fernando Henrique Cardoso teria negado os repasses através da empresa citada e reafirmou que as despesas da jornalista, os estudos do filho e a compra de um apartamento para  em Barcelona, foram custeados com recursos próprios.

A direção nacional do PSDB afirma que acompanhará o caso à distância, mas se os adversários partirem para o embate político usando o assunto para desgastá-lo, os líderes do partido entrarão em campo para defendê-lo. Os tucanos suspeitam que a jornalista foi convencida pelos adversários a fazer as denúncias num momento de crise para tirar o foco do ex-presidente Lula.



1 Comentário

Deixe um Comentário