Política

Câmara Municipal de Natal tem três cargos comissionados para cada efetivo

SÃO 746 SERVIDORES RECEBENDO SALÁRIOS E VANTAGENS FIXAS QUE SOMAM R$ 3,2 MILHÕES.) FOTO: EMANUEL AMARAL)

SÃO 746 SERVIDORES RECEBENDO SALÁRIOS E VANTAGENS FIXAS QUE SOMAM R$ 3,2 MILHÕES.) FOTO: EMANUEL AMARAL)

Após o escândalo dos cargos comissionados da Assembleia Legislativa, agora é a vez da Câmara dos vereadores de Natal também responder alguns questionamentos sobre a sua folha de pessoal. O assunto foi capa da edição impressa do Tribuna do Norte, que traz uma matéria onde mostra dados revelados no Portal da Transparência da casa.

São 746 servidores, sendo 551 são cargos comissionados, o que representa 73,8% do total de servidores. A CMN conta com 195 servidores  efetivos, segundo dados consultados no Portal. Porém, o site não informa sobre cargos e valores. Os salários dos 746 funcionários só são liberados individualmente e após preenchimento de cadastro. De acordo com a reportagem da Tribuna do Norte, somente fazendo uma análise detalhada das informações contábeis existentes no site, foi descoberto que os custos com pessoal aumentaram 94% entre janeiro de 2011 e janeiro de 2016. Passou de R$ 1,6 milhão para R$ 3,2 milhões/mês. Na Câmara Municipal de Natal são três cargos comissionados por cada servidor efetivo.

A falta de transparência no Portal foi motivo de críticas por parte do coordenador do Movimento de Combate à Corrupção do RN ( Marcco/RN), o Promotor Augusto Lima, que em visita à Câmara Municipal na tarde desta segunda-feira (08), sugeriu informações, como a disponibilização de novos dados no Portal da Transparência, entre eles uma lista completa de todos os funcionários para facilitar a consulta de informações. “Aproveitamos esse momento de participação social relativa à transparência para cobrar e sugerir à Câmara a inserção de outras  informações no Portal, solicitamos o acesso irrestrito sem o cadastro prévio e uma lista de todos os funcionários”, disse coordenador do Marcco/RN.

O próprio presidente da CMN, vereador Franklin Capistrano ( PSB), admite que a transparência no Portal não está 100%, mas afirma que está cumprindo a legislação. As adequaços sugeridas pelo Marcco/RN será apresentadas em 30 dias.

FONTE: TRIBUNA DO NORTE

FONTE: TRIBUNA DO NORTE


Deixe um Comentário