Geral

Câmara Municipal de Natal aprova criação da “Comenda Marielle Franco” e sessão vira palco de tumulto e baixaria

Resultado de imagem para marielle franco

MARIELLE FRANCO: VEREADORA CARIOCA ASSASSINADA NO RIO DE JANEIRO VIRA NOME DE COMENDA EM NATAL

Tumulto e muita confusão marcaram a aprovação da “Comenda Marielle Franco” pela Câmara Municipal de Natal nesta quarta-feira, 17. A ideia de homenagear a vereadora carioca, que era militante do PSOL e foi assassinada no Rio de Janeiro em março de 2018, foi do vereador Raniere Barbosa, autor do Projeto de Resolução n° 9/2018, que criou a Comenda denominada de “Marielle Franco”, iniciativa que foi subscrita pela vereadora Divaneide Basílio (PT) e o Sindicato dos Servidores Municipais (Sinsenat) encampou a luta pela aprovação da homenagem à vereadora esquerdista.

A iniciativa de Barbosa desagradou o vereador Cícero Martins (PSL), que alegou que no Rio Grande do Norte há pessoas ilustres que mereciam ser homenageadas, até por também defenderem os direitos humanos.

O clima fechou quando Cícero Martins, que votou contrário ao texto original, propôs através de emenda que o nome do motorista de Marielle, Anderson Gomes, assassinado junto com a parlamentar, fosse incluído na homenagem, juntamente com o da policial Juliane dos Santos, assassinada no ano passado. Todavia, a proposição foi rejeitada e a redação original mantida.

“Acho que o motorista Anderson, morto no exercício do seu trabalho, não podia ser esquecido. Ele também é vítima, também foi fuzilado, também tem família. Por que só a vereadora deve ser lembrada? A PM Juliane dos Santos, que era negra, lésbica e de origem humilde, morreu depois de 24 horas de tortura. Juliane não merece uma homenagem? Enfim, me esforcei para melhorar o projeto”, justificou Cícero.

Com as galerias lotadas com defensores de cada uma das propostas, as discussões evoluíram para um tumulto generalizado e o presidente da sessão, vereador Ney Lopes Júnior, foi forçado a pedir a intervenção da Guarda Municipal, já que havia a denuncia de que tinham pessoas armadas no recinto.

Para manter a ordem e segurança dos presentes a Guarda dividiu as galerias da Câmara em 50% favoráveis a emenda de Cicero Martins e 50% contrários.

A COMENDA

A “Comenda Marielle Franco”, criada pela Câmara Municipal de Natal, é uma condecoração que será entregue anualmente com o objetivo de valorizar iniciativas sociais.

Raniere Barbosa justificou a sua iniciativa de criar uma comenda com o nome de Marielle Franco: “Direitos humanos são direitos constitucionais, amparados pela Constituição Federal, Tratados e Convenções Internacionais. São essenciais, irrenunciáveis e indispensáveis para uma vida digna. Aproveitamos, também, para enaltecer a vida, a coragem e o amor, que são as marcas da mulher incrível que foi Marielle; defensora dos direitos humanos, que se dedicou a construir um mundo mais justo”.


1 Comentário

  • Esse Vereador Raniere deveria ter vergonha na cara!
    Tantas coisas para se resolver na Cidade do Natal e Esse tipo de parlamentar se preocupando com assuntos banais.
    Vá procurar o que fazer…

Deixe um Comentário