Saúde

Câmara de Natal quer evitar desabastecimento de medicamentos nas UPAs

O ASSUNTO FOI DISCUTIDO DURANTE REUNIÃO DA COMISSÃO DE SAÚDE NESTA SEGUNDA (07).

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal se reuniu nesta segunda-feira (7) para discutir a situação do abastecimento dos medicamentos na cidade diante de um surto de virose, que tem provocado o aumento do número de atendimento nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs).
O vereador Fernando Lucena (PT), presidente da Comissão, explicou que o problema já preocupa os diretores das UPAs. Ele contou que na unidade do Pajuçara já existe o risco dos medicamentos acabarem antes do dia 15.
“As UPAS estão superlotadas. Estamos tendo o surto de uma virose muito forte. O atendimento nas UPAS dobraram. Nós queremos conversar com a Secretaria de Saúde porque a informação que temos é que a medicação não chega ao dia 15. Se você atende 200 pessoas em um dia e passa pra 400, significa dizer que a medicação vai ser reduzida. A nebulização está com o tempo menor. Nós queremos saber quais as medidas serão tomadas pela Secretaria de Saúde para que não falte remédio para a população”, alertou.
Os vereadores Franklin Capistrano (PSB), Cícero Martins (PSL) e Preto Aquino (Patriota) também externaram a preocupação e concordaram em convocar a secretária Saudade Azevedo, titular da Secretaria de Saúde (SMS), caso não seja apresentado o planejamento da pasta para evitar o desabastecimento.
Projetos
Durante a reunião, a Comissão também aprovou dois projetos de lei. Um deles proibe o uso de jalecos dos profissionais da saúde fora do ambiente de trabalho, cujo objetivo é auxiliar no combate à contaminação hospitalar. O segundo trata da obrigatoriedade de profissionais e clínicas apresentarem os preços de serviços e insumos nas unidades de atendimento voltado para a defesa do consumidor.
 

Deixe um Comentário