Segurança

Autoridades estaduais definem plano de segurança para as manifestações desta sexta-feira em Natal

O ASSUNTO FOI DISCUTIDO EM REUNIÃO NA TARDE DESTA QUINTA-FEIRA (17). (FOTO: ASSESSORIA/SESED)

O ASSUNTO FOI DISCUTIDO EM REUNIÃO NA TARDE DESTA QUINTA-FEIRA (17). (FOTO: ASSESSORIA/SESED)

 

Garantir que a manifestação social prevista para ocorrer nesta sexta-feira (18), em Natal, seja pacífica e ordeira. Esse foi o tema discutido na tarde desta quinta-feira (17) entre autoridades do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Procuradoria-geral de Justiça (PGJ), Prefeitura de Natal e Polícia Rodoviária Federal (PRF). O evento, que começa a partir das 15h, com concentração no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira, seguirá em deslocamento no contra fluxo da Avenida Salgado Filho e marginal da BR 101 (sentido Parnamirim/Natal) até a praça do Bairro Mirassol, com encerramento previsto para às 19h.
Cerca de 550 profissionais extras, entre agentes de segurança pública (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Itep, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Guarda Municipal), trânsito, entre outros órgãos, está sendo disponibilizado pelos governos Federal, Estadual e Municipal especialmente para o evento em Natal. A previsão inicial dos organizadores é de que 15 mil pessoas participem da manifestação.
“O movimento social desta sexta-feira também tem tudo para ser pacífico e um exemplo de democracia. Os órgãos de segurança pública e trânsito possuem um plano integrado e estão preparados para as intervenções que forem necessárias”, disse a secretária da Segurança Pública, Kalina Leite.
Órgãos públicos orientam condutores a evitar o percurso da manifestação a partir das 14 horas
O Gabinete de Gestão Integrada Estadual (GGI-E), órgão composto por representantes do poder público das diversas esferas e por representantes das diferentes forças com atuação na área da segurança pública, será ativado a partir das 14 horas, na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) visando facilitar a comunicação entre os órgãos envolvidos na operação.
A recomendação do GGI-E é para que condutores de veículos evitem trafegar no trecho da Avenida Salgado Filho, entre a Bernardo Vieira e a BR 101, a partir das 14h quando uma das vias, sentido Parnamirim/Natal, será interditada. A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano (STTU) orienta os condutores a recorrerem a vias paralelas como as avenidas São José, Jaguarari, Rui Barbosa e Prudente de Morais e também a Via Costeira.
De acordo com a PRF, não há previsão de interdição da BR 101. Após concluírem o percurso na Avenida Salgado Filho, a manifestação seguirá pela marginal da BR 101 (sentindo Parnamirim/Natal), que também será interditada até o Bairro Mirassol.
A Polícia Civil atuará com uma Delegacia Móvel completa com delegados, agentes e escrivães. Além disso, equipes extras da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor) e profissionais velados do serviço de inteligência estarão circulando no evento. O funcionamento das delegacias de plantão Zona Norte e Sul ocorrerá normalmente. Ao todo, a Polícia Civil contará com 30 policiais envolvidos na operação.
A Polícia Militar e os Bombeiros contarão com diversas unidades operacionais distribuídas em pontos estratégicos do percurso. Somente a PM estará com um efetivo extra de 430 policiais, sendo deste total, 72 do Comando de Policia Rodoviária Estadual (CPRE) e os demais do Comando de Policiamento Metropolitano. Barreiras policiais serão montadas em todo o perímetro do evento, onde ocorrerão abordagens a veículos e pessoas em atitude suspeita. Policiais também serão distribuídos a pé e veículos durante todo o percurso para garantir a segurança dos participantes, bem como do público que circulará pelo trajeto. Já os bombeiros atuarão com cerca de 20 militares especializados no atendimento pré-hospitalar e combate a incêndio. Além disso, a tropa se manterá de sobreaviso para qualquer necessidade de acionamento imediato.
O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) irá disponibilizar uma Plataforma de Observação Elevada (POE) que estará transmitindo imagens em tempo real para o Centro de Comando e Controle Móvel onde estarão os comandantes das unidades operacionais.


Deixe um Comentário