Polícia

Advogado suspeito de agredir esposa e filho de 10 meses tem prisão preventiva decretada

PAI QUE JOGOU BEBÊ CONTRA O CHÃO FICARÁ DETIDO NA CADEIA PÚBLICA DE NATAL, EM CELA ESPECIAL. (FOTO: DIVULGAÇÃO/SEJUC)

A Justiça decretou a prisão preventiva do advogado Bruno Henrique Saldanha Farias, preso nesta quarta-feira (03), após agredir a esposa e jogar o filho de 10 meses de cabeça no chão, na zona Sul de Natal. De acordo com a vítima, ele teria chegado em casa alterado, possivelmente após ter ingerido bebida alcoólica. A prisão foi resultado da audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (4).

O advogado foi acompanhado por dois defensores. Ele ficará detido na cadeia pública Raimundo Nonato, que fica na Zona Norte de Natal, em cela especial, pelo fato de ter diploma de curso superior.

A justiça também decretou medidas protetivas em favor da esposa e da criança. O acusado terá a suspensão da posse ou restrição do porte de armas. Foi decretado o afastamento do lar, bem como a aproximação da vítima, de seus familiares e de testemunhas, fixando um limite mínimo de um quilômetro.

Segundo esposa, essa não foi a primeira agressão promovida pelo advogado. Numa das vezes anteriores, a mulher disse que o homem teria ameaçado matar ela e o bebê. Havia a suspeita de que a criança tivesse sofrido traumatismo craniano; hipótese que foi descartada após exames médicos. A esposa também está bem.



Deixe um Comentário