Diversos

Depois de pedir emprego, veterana Joana Formm diz que não consegue viver só com a aposentadoria

JOANA FORMM: "PRECISO TRABALHAR, NÃO CONSIGO ME SUSTENTAR SÓ COM A APOSENTADORIA. "

JOANA FORMM: “NÃO CONSIGO ME SUSTENTAR SÓ COM A APOSENTADORIA.”  (Foto: Isac Luz / EGO)

Sem trabalhos na TV, Joana Fomm, de 75 anos, surpreendeu ao fazer um desabafo nesta quinta-feira, 21, em seu perfil no Facebook. Na rede social, a atriz pediu a oportunidade voltar à labuta. Em conversa com o EGO/GLOBO.COM, Joana reafirmou a vontade de atuar.

“Estou sem trabalho e preciso trabalhar. Sou aposentada, mas não consigo me sustentar só com a aposentadoria. Moro com meu filho, que é músico e ganha muito pouco”, conta a atriz.

Longe das novelas desde 2014, quando viveu a Odete em ” Boogie Oogie”, Joana revelou que está sobrevivendo fazendo participações especiais. “Fiz algumas participações no GNT. Fiz “Magnífica 70”, da HBO. Também gravei um filme em Natal, chamado “Nova Amsterdam”, mas não consigo me sustentar só com estas participações”, lamenta.

Eterna Perpétua

Após inúmeros trabalhos de sucesso na Globo, a atriz diz que não tem preconceito em relação a possíves ofertas profissionais. “Eu preciso trabalhar. Se alguém me oferecer um trabalho bom e bem remunerado, eu aceito, independentemente da emissora”, garante a eterna Perpétua, de “Tieta”. “Não costumo guardar saudade de nenhum personagem, mas a Perpétua foi a que mais gostei de fazer”, relembra a atriz.

No post, publicado no Facebook e logo compartilhado por diversos amigos, Joana fez um apelo: “Amigos, estou precisando trabalhar. Como atriz ou jornalista. Tem horas que fica difícil ainda. Ainda não tinha encarado essa. Alguém precisa de mim?”.

Em um evento há alguns anos, Joana já havia comentado sobre a vontade de voltar a trabalhar e disse que está bem de saúde. Ela venceu um câncer de mama e apesar de sofrer de disautonomia, doença que afeta o sistema nervoso e compromete os movimentos, afirmou que o distúrbio estava controlado. “Agora me sinto bem. Antes caía como banana de bananeira. Desabava! Hoje já faço ginástica, consigo correr e quero fazer mais atividade física”, afirmou.


Deixe um Comentário